Lobo Brasil
.

Lobo Internacional: Español | English
.


INFORMAÇÕES
Notícias
Curiosidades
Entrevistas
Todas seções

REVISTAS
Lista completa
Gibi por gibi
Checklist brasileiro
Referências
Outros
Reviews
Melhores
Gibis com Slobo

ALÉM DOS GIBIS
Cinema
Cards
Jogos
Todas seções

IMAGENS
Geral
Pensamentos
Arte original
Todas seções

NO MUNDO
Brasil
Estados Unidos
Portugal
Todos países

DOWNLOADS

LINKS

FALE CONOSCO
.


Revistas - reviews
Lobo Unbound #3
(20/10/2003)

História:
Lobo continua no planeta Y’abbah Dhabba Dhu e está prestes a cumprir sua missão de matar o regente local, sem saber o que lhe aguarda depois disso. Também é apresentada a origem de Bling Bling, a vilã que apareceu na última edição.

Ficha técnica:
Roteiro: Keith Giffen
Desenho: Alex Horley
História “extra” sobre Bling Bling: desenhada por Mike DeCarlo e JD Mettler

Pontos positivos / negativos:
Essa edição de “Lobo Unbound” é a menos interessante de todas até agora, se limitando a reproduzir algumas das piadas referentes ao povo árabe que já foram feitas na edição anterior. No final, há mais uma cena de luta, contudo ela é fraca e vale mais pelos belos desenhos de Alex Horley. A melhor coisa dessa edição (única que se salva, inclusive) são as seis páginas iniciais que contam a história da vilã Bling Bling no estilo de desenho dos quadrinhos de Archie (personagem muito famoso nos EUA e que já havia sido satirizado pelo Maioral em “Lobo: Infanticídio”). A expectativa é que a quarta edição da minissérie consiga melhorar a qualidade da história, principalmente devido à participação especial de Ambush Bug (personagem cômico criado por Keith Giffen que não aparecia regularmente num gibi há anos).

Análise parcial (nota de 0 a 5):
Obs.: A análise final será divulgada com o review da última edição da minissérie.

Lobo Brasil, trazendo serviços indispensáveis à internet desde 29 de outubro de 1997.
Todos personagens citados são, em sua maioria,
© DC Comics, publicados sem autorização, mas com todo respeito ;)
As informações contidas nesse site podem ser usadas livremente, desde que se cite a fonte, preferentemente com link.

Lobo Brasil © 1997-2008, Lucio Luiz