Lobo Brasil
.

Lobo Internacional: Español | English
.


INFORMAÇÕES
Notícias
Curiosidades
Entrevistas
Todas seções

REVISTAS
Lista completa
Gibi por gibi
Checklist brasileiro
Referências
Outros
Reviews
Melhores
Gibis com Slobo

ALÉM DOS GIBIS
Cinema
Cards
Jogos
Todas seções

IMAGENS
Geral
Pensamentos
Arte original
Todas seções

NO MUNDO
Brasil
Estados Unidos
Portugal
Todos países

DOWNLOADS

LINKS

FALE CONOSCO
.


52 #17Revistas - reviews
52
(25/05/2007)

História:
A maxissérie “52” trouxe as histórias do “ano pulado” da DC Comics (ocorrido entre o final de “Crise Infinita” e o evento “Um Ano Depois” das revistas mensais). Entre os vários arcos paralelos da história, um abordava três heróis perdidos no espaço: Homem-Animal, Estelar e Adam Strange. Lobo se uniu aos três heróis para ajudá-los a chegar a seu destino, ao mesmo tempo em que lutava contra seus instintos violentos devido a uma promessa feita ao “deus triplo-peixe”, entidade poderosa dona de uma Igreja da qual Lobo tornou-se arcebispo.

Ficha técnica:
Roteiro: Vários, mas Grant Morrison foi um dos principais responsáveis pelo arco com Lobo
Desenho: Vários

Pontos positivos / negativos:
A participação de Lobo na maxissérie “52” foi saudada como a melhor chance do Maioral nos últimos tempos de voltar ao primeiro time da DC Comics. Não chegou a tanto, mas a participação do Maioral foi bastante interessante, tornando o personagem menos unidimensional, mas mantendo suas características básicas.
Logo em sua primeira aparição, Lobo mostra que não é exatamente um personagem lógico (afinal, como Homem-Animal observa, ele está fumando no vácuo espacial). A transformação de Lobo num arcebispo de uma estranha Igreja e suas tentativas de segurar sua índole má, são o ponto alto da participação do Maioral. Tudo coroado pelo ótimo final, onde Lobo volta (de forma não muito sutil) à sua condição original.
52 #36É importante ter em mente que essa não é uma história do Lobo, mas uma história com ele, portanto é natural que os aspectos humorísticos e de violência não sejam tão fortes quanto em suas histórias solo tradicionais. Contudo, isso não significa que a história seja ruim, já que o tom relativamente mais sério serve com perfeição para o desenvolvimento da trama. E, vale dizer, Lobo está muito bem caracterizado.
O ponto mais curioso disso tudo é o fato de Keith Giffen ter afirmado várias vezes que nem queria colocar Lobo em “52”, até que Grant Morrison insistiu e encaixou o personagem no arco espacial. Por sinal, vale lembrar que o Maioral ficou com o risco de ser cortado do Universo DC definitivamente durante a elaboração da minissérie “Crise Infinita”, até que voltaram atrás (tanto que ele está aparecendo atualmente em “The Brave and the Bold”, além de ter ganho uma nova minissérie, onde contracenará com ninguém menos que Batman).
Em entrevista ao site Newsarama, Giffen reafirmou mais uma vez que não queria saber de Lobo: “Eu não queria colocar Lobo na série. Eu realmente não queria. Eu era a voz divergente. Eu não tenho mais nada a dizer sobre o cara. Estou cansado dele. Eu gostaria que alguém tirasse ele das minhas mãos. Você sabe, eu acredito muito que toda crítica se resume a uma frase: ‘Esse não é o jeito que eu faria isso’. E, não, esse não é o jeito que eu teria feito Lobo. Isso significa que foi melhor ou pior? Acredito que nenhum dos dois. Foi a voz do Grant [Morrison], foi Grant desenvolvendo Lobo, e isso é o que é. Eu estou mais propenso a não gostar simplesmente porque estou bem cansado do Lobo”.

Análise final (notas de 0 a 5):
(referentes apenas ao “arco espacial”)
Roteiro
Humor
Violência

Para quem quiser os detalhes de cada edição que contou com a participação do Maioral, relacionamos a seguir os links das séries de reportagens “Análise da participação de Lobo em ‘52’” e “Reflexos de Lobo em ‘52’”, que publicamos durante os últimos meses:

A criação da capa de “52”, passo a passo (30/08/2006)
Análise da participação de Lobo em “52” #17 (31/08/2006)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 1 (06/09/2006)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 2 (13/09/2006)
Análise da participação de Lobo em “52” #19 (14/09/2006)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 3 (20/09/2006)
Análise da participação de Lobo em “52” #20 (21/09/2006)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 4 (27/09/2006)
Análise da participação de Lobo em “52” #28 (16/11/2006)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 5 (22/11/2006)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 6 (13/12/2006)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 7 (20/12/2006)
Análise da participação de Lobo em “52” #35 (05/01/2007)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 8 (10/01/2006)
Análise da participação de Lobo em “52” #36 (11/01/2007)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 9 (17/01/2007)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 10 (24/01/2007)
Reflexos de Lobo em “52” - parte 11 (16/02/2007)
Análise da participação de Lobo em “52” #51 (25/04/2007)
Reflexos de Lobo em “52” - parte final (02/05/2007)

.

Lobo Brasil, trazendo serviços indispensáveis à internet desde 29 de outubro de 1997.
Todos personagens citados são, em sua maioria,
© DC Comics, publicados sem autorização, mas com todo respeito ;)
As informações contidas nesse site podem ser usadas livremente, desde que se cite a fonte, preferentemente com link.

Lobo Brasil © 1997-2008, Lucio Luiz