Lobo Brasil
.

Lobo Internacional: Español | English
.


INFORMAÇÕES
Notícias
Curiosidades
Entrevistas
Todas seções

REVISTAS
Lista completa
Gibi por gibi
Checklist brasileiro
Referências
Outros
Reviews
Melhores
Gibis com Slobo

ALÉM DOS GIBIS
Cinema
Cards
Jogos
Todas seções

IMAGENS
Geral
Pensamentos
Arte original
Todas seções

NO MUNDO
Brasil
Estados Unidos
Portugal
Todos países

DOWNLOADS

LINKS

FALE CONOSCO
.


Revistas - gibi por gibi
1983-88

Junho de 1983:

Omega Men #3
sem equivalência nacional

Roteiro: Roger Slifer
Desenho: Keith Giffen & Mike DeCarlo

História: Primeira aparição do Lobo. Essa primeira aparição do Lobo foi bem simples. Ele apenas surgiu como um caçador de recompensas (o que ele é até hoje) e com um cabelo roxo e uma roupa de palhaço (o que ele não tem mais, ainda bem). Ele foi contratado pelos comandantes da Cidadela para capturar Kalista, dos Omega Men, junto com um companheiro estranho chamado Bedlam. E, se você não faz a menor idéia de quem sejam os Omega Men, sugiro ler o gibi Super Amigos nº 9, de janeiro de 1986, porque eu não estou com vontade de explicar.

Agosto de 1983:

Omega Men #5
sem equivalência nacional

Roteiro: Roger Slifer
Desenho: Keith Giffen & Mike DeCarlo

História: Lobo aparece de novo, com Bedlam, seu amigo esquisito fantasiado de caubói. Sua aparição foi bem rapidinha e não fez diferença nenhuma para os Omega Men.

Dezembro de 1983:

Omega Men #9
sem equivalência nacional

Roteiro: Roger Slifer
Desenho: Tod Smith & Mike DeCarlo

História: No final do gibi, Lobo aparece se oferecendo para trabalhar pelos Omega Men (por uma razoável quantia de dinheiro, lógico). Eles recusam até a última página. Na edição seguinte, continua.

Janeiro de 1984:

Omega Men #10
sem equivalência nacional

Roteiro: Roger Slifer
Desenho: Tod Smith
Arte-final: Mike DeCarlo

História: Lobo entrega os Omega Men à Cidadela. Obviamente, isso tudo é fingimento, já que os Omega Men o contrataram para fazer exatamente isso para salvar todos os prisioneiros da Cidadela. Aqui, Lobo salva todo mundo quando um alienígena (todos nesse gibi são alienígenas) fica com medo de matá-lo por ele ser velorpiano (só mudaram seu planeta natal para Czárnia bem depois) e não poder morrer, só multiplicar.

Outubro de 1984:

Omega Men #19
sem equivalência nacional

Roteiro: Doug Moench
Desenho: Tod Smith & Romeo Tanghal

História: Aqui, os Omega Men pedem a ajuda de Lobo num problema esquisito (Tiggor, o grandão da capa aí ao lado, ficou gigantesco) que eu não faço a menor idéia de como tenha acontecido porque eu só tenho as revistas onde o Lobo saiu e isso aconteceu antes. Bom... Lobo vai ajudar porque pretende receber dinheiro por isso, claro. Mas ele só aparece atuando mesmo na edição seguinte.

Novembro de 1984:

Omega Men #20
sem equivalência nacional

Roteiro: Doug Moench
Desenho: Tod Smith & Rick Magyar

História: Lobo vai ajudar os Omega Men a se salvarem de centenas de Tiggors (o “cara-de-tigre” aí da capa ao lado). O Maioral (que ainda não tinha esse apelido na época) descobre que esse catatau de Tiggors existe porque eles se multiplicam da mesma maneira que os verlopianos (não se esqueça que ele só passou a ser considerado como czarniano quando ressurgiu nos quadrinhos, alguns anos depois). Ele mata todos os Tiggors vaporizando-os. Nesse gibi, Lobo também conta a história de seu povo e porque ele é o último verlopiano. Cabe notar que a história é absurdamente diferente de sua origem nos dias de hoje.

Abril de 1986:

Omega Men #37
sem equivalência nacional

Roteiro e desenho: Keith Giffen
Diálogos: Todd Klein
Obs.: Esses são os responsáveis pela história curta do final da revista, que traz a participação do Lobo. A história principal tem outros responsáveis.

História: Lobo aparece na história curta que vem no final da revista. Basicamente, Lobo entra numa prisão para matar Bedlam, aquele companheiro dele que apareceu em “Omega Men” #3. É uma historinha bem rapidinha, mas é interessante porque foi roteirizada e desenha por Keith Giffen e traz Lobo um pouquinho mais próximo ao visual que ele assume em 1988 (embora ainda sendo velorpiano e com cabelos roxos).

Outubro de 1988:

Justice League International #18
Liga da Justiça nº 19 (julho de 1990)

Roteiro: Keith Giffen & J. M. DeMatteis
Esboço: Keith Giffen
Desenho: Kevin Maguire
Arte-final: Al Gordon

História: Reaparição de Lobo, reformulado. Aqui, Lorde Mangá Khan contrata Lobo para destruir a Liga da Justiça que estava indo resgatar o Senhor Milagre. Só por referência, essa é a Liga da Justiça cômica que foi grande sucesso durante a década de 80 e início da década de 90. Lobo se prepara para matar Ajax, Grande Barda, Soviete Supremo e Gnort, mas no final é enviado para a Terra por um tubo de explosão da Grande Barda. Essa também é a primeira aparição dos golfinhos espaciais do Maioral.

Novembro de 1988:

Justice League International #19
Liga da Justiça nº 20 (agosto de 1990)

Roteiro: Keith Giffen & J. M. DeMatteis
Esboço: Keith Giffen
Desenho: Kevin Maguire
Arte-final: Joe Rubistein

História: Lobo cai na Terra e começa um quebra-pau com Guy Gardner. Lá pelo meio da história, tudo se acalma e Lobo fica na sede da Liga da Justiça como membro-honorário (!) esperando o grupo da Grande Barda voltar (afinal, ele foi contratado para matar aquele grupo da Liga da Justiça, e não todos). Claro que o pessoal da Liga não sabe das verdadeiras intenções do Maioral.

Dezembro de 1988:

Justice League International #20
Liga da Justiça nº 21 (setembro de 1990)

Roteiro: Keith Giffen & J. M. DeMatteis
Esboço: Keith Giffen
Desenho: Ty Templeton
Arte-final: Joe Rubinstein

História: A aparição de Lobo nessa parte da história é mínima. Ele continua esperando Grande Barda e companhia voltar para a Liga da Justiça. Ele só aparece, rapidamente, tirando uma queda-de-braço com Guy Gardner e, logo em seguida, no final, em Apokolips, para onde a Grande Barda carregou toda a Liga para ajudar a salvar o Senhor Milagre.

Próximo (1989)
.

Lobo Brasil, trazendo serviços indispensáveis à internet desde 29 de outubro de 1997.
Todos personagens citados são, em sua maioria,
© DC Comics, publicados sem autorização, mas com todo respeito ;)
As informações contidas nesse site podem ser usadas livremente, desde que se cite a fonte, preferentemente com link.

Lobo Brasil © 1997-2008, Lucio Luiz