Lobo Brasil
.

Lobo Internacional: Español | English
.


INFORMAÇÕES
Pergs. & Resps.
Enciclopédia
Notícias
Curiosidades
Bibliografia
Artigos
Entrevistas

REVISTAS
Lista completa
Gibi por gibi
Referências
Todas seções

ALÉM DOS GIBIS
Cinema
Cards
Jogos
Todas seções

IMAGENS
Geral
Pensamentos
Arte original
Todas seções

NO MUNDO
Brasil
Estados Unidos
Portugal
Todos países

DOWNLOADS

LINKS

FALE CONOSCO
.


Informações - perguntas & respostas

Frequently-Asked Fraggin’ Questions
Perguntas Idiotas Feitas com Freqüência

Última atualização: 14 de agosto de 2005

Autor do texto original: Craig H. Rettig (crettig@yahoo.com)
Versão para o português: Lucio Luiz (lobobrasil@lucio.jor.br)
Material extra: Thomas Holmes e Marc Singer
Algumas outras informações: Jeremy D. Palka, Lucio Luiz, F. Smeets, Paul Dawson, Francesco Ardini, Michael R. Grabois, Evan Long e Andy Mangels
PS: Esse documento conta o final de algumas histórias. Portanto, não venha me xingar se no final da leitura você encontrar alguma coisa por aqui que ainda não leu.

Lobo ® é marca registrada da DC Comics, Inc. Esse texto, porém, é copyright de Craig H. Rettig desde 1996. Essa tradução, entrementes, é copyright de Lucio Luiz desde 1997. Esse documento pode ser distribuído e/ou traduzido à vontade, desde que inteiro e informando quem é o autor. No caso da versão em português, também deve ser especificado o nome do tradutor.

Índice:

  1. Quem é Lobo?

  2. Espera aí! Você falou que ele “matou todos os outros membros de sua raça”?

  3. Lobo... Até que é um animal bonitinho...

  4. Quais são os poderes de Lobo?

  5. Que diabos é “Gizz de Feetal”?

  6. Qual foi a primeira aparição de Lobo?

  7. Em quais gibis ele já apareceu?

  8. Onde Lobo já co-estrelou?

  9. Existe um filme de Lobo?

  10. Como eu posso assinar o gibi do Maioral?

  11. Quem criou Lobo?

  12. Que história é essa de clones?

  13. Quem é esse tal Slobo?

  14. Lobo pode morrer?

  15. Há outras páginas sobre Lobo na internet?

  16. Bom... Eu posso gostar do Lobo? (por Thomas Alan Holmes & Marc Singer)

1. Quem é Lobo?

Lobo é um alienígena humanóide nascido na planeta Czárnia. Nascido há 400 anos, ele pesa 138kg e tem 1,93m de altura. Possui olhos vermelhos e cabelos negros (“DCU Heroes Secret Files” #1). Lobo é o último sobrevivente de sua raça, isso porquê ele resolveu matar todos os outros czarnianos, por puro capricho, um dia desses.

Czárnia era um planeta de paz e tranqüilidade até que Lobo nasceu. Ninguém soube explicar o porquê dele ser como é. Ele apenas aconteceu. Assim que nasceu, por exemplo, mordeu quatro dedos da parteira (“O Último Czarniano”) e imediatamente caçou os médicos por seus escalpos (“Lobo” nº 5, edição nacional).Lobo cortou a garganta do diretor de sua escola aos cinco anos durante um momento de mau humor (“O Último Czarniano”).

Aos dois anos, Lobo exigiiu que a Cosmic Rock Zombie Radio, do DJ Wolfman Wilf, tocasse a música “I Killed My Folks (No Accident)” (trad.: “Eu Matei Meu Povo (Não Foi Acidente)”) 365 dias por ano, 24 horas por dia ameaçando-o de mutilação. Lobo então invadiu uma clínica e exigiu que os médicos implantassem um receptor de rádios nos lóbulos auditivos de seu cérebro, permanentemente conectado à Comics Rock Zombie Radio. Naturalmente, ele destruiu todo o local quando a operação terminou (“O Último Czarniano” e ”Lobo” nº 5, edição nacional).

No começo da juventude, Lobo montou uma banda de heavy metal, O Maioral e os Montes de Lixo (Obs.: Em “O Último Czarniano”, a banda é chamada de O Maioral e os Vários Vômitos, mas vamos considerar que a memória da dona E. Tribb não estava muito boa, sendo a edição 5 nacional - #0 da original norte-americana - como a origem definitiva do personagem). Sua primeira apresentação foi no Festival Czárnia 9 Oitavas Chime-Haiku. Durante o show, o barulho absurdo matou os outros membros da banda, eletrocutou os jurados, fez pegar fogo no setor D da platéia e matou o vendedor da barraca de chá de ervas. Lobo não ganhou o primeiro prêmio (“O Último Czarniano” e “Lobo” nº 5, edição nacional).

Aos dezoito anos, ele matou todos os membros de sua raça, apenas para ser único no universo. (“O Último Czarniano”, “Lobo” nº 5, edição nacional, e “DCU Heroes Secret Files” #1)

Depois de deixar Czárnia, Lobo começou a trabalhar como caçador de recompensas e assassino profissional por um bom tempo. Certo dia, na missão pessoal de estripar Garryn Bek, que acidentalmente atropelou um de seus golfinhos espaciais, Lobo conheceu Vril Dox. Embora, em princípio, os dois tenham se dado bem, acabaram lutando. Durante essa luta, a Cosmic Rock Zombie Radio ficou fora do ar e Lobo, sem sua usual “motivação musical”, perdeu a luta para Vril Dox e foi obrigado a se unir à L.E.G.I.Ã.O.. Quando Lyrl Dox, filho de Vril, assumiu o controle da L.E.G.I.Ã.O., Lobo foi forçado a se unir ao novo grupo de Dox, os R.E.B.E.L.D.E.S.. Certo dia, Dox ficou fulo da vida com Lobo e o expulsou dos R.E.B.E.L.D.E.S., voltando o Maioral a ser caçador de recompensas.

No gibi americano “Lobo” #22, o Maioral vendeu sua alma a Neron para que ele retirasse seu receptor de rádio do cérebro porque o novo DJ da rádio, Tony LePoni, decidiu apenas tocar soul music. Depois, Lobo matou Tony e explodiu a rádio.

Apenas como observação, a cor favorita de Lobo é negro sepulcro. Ele é um homem de palavra, que prefere matar aquele a quem fez a promessa do que deixar de cumpri-la. Ele também detesta as seguintes coisas: queixos quadrados, pessoas certinhas, democracia, bandeiras, a filosofia de que o Bem sempre supera o Mal, cabelos curtos, sapatos marrons, igualdade para as mulheres, igualdade para os homens, direitos básicos e tudo mais que seja considerado decente (“O Último Czarniano”).

Observação: Aparentemente, nem a DC ou Keith Giffen não decidiram o que fazer com o planeta original de Lobo, que durante seu tempo nos Omega Men era conhecido como, e se autodenominava, um velorpiano (”Omega Men” #10).

2. Espera aí! Você falou que ele “matou todos os outros membros de sua raça”?

Pois é. Lobo conseguiu superar a ciência conhecida até então e criou um inseto voador de 117 mícrons de tamanho, parecido com um escorpião. Esses pequenos bichinhos perfuravam a pele das pessoas e criavam várias bolhas, depois de envenenar o sangue, induzindo à paralisia, sem, contudo, reduzir a dor. As vítimas levavam uns cinco dias para morrer e ficavam agonizando durante todo esse período. Lobo, que era imune a essas criaturas, sentou em sua sacada e ficou bebendo e tocando trash metal em sua guitarra. Aproximadamente cinco bilhões de pessoas morreram nesse curto período. Lobo riu muito (”O Último Czarniano” e “Lobo” nº 5, edição nacional).

Além de Lobo, o único outro czarniano a sobreviver foi a dona E. Tribb, sua professora do primário, que estava fora do planeta nesse período. Mas Lobo quebrou seu pescoço, logicamente matando-a, no último capítulo da minissérie “O Último Czarniano”.

3. Lobo... Até que é um animal bonitinho...

Bem... Não exatamente. Lobo, na realidade, é uma palavra do dialeto khúndio que significa “Aquele que devora suas entranhas e gosta disso”.

4. Quais são os poderes de Lobo?

Lobo é extremamente forte e resistente a ferimentos, chegando a ser páreo até para o Super-Homem. Ele também se cura muito depressa.

Lobo possui um enorme senso de rastreio relativo a aura das pessoas, que o permite encontrar qualquer um em qualquer parte do universo, se necessário.

Lobo aparentemente tem uma constituição capaz de torná-lo bêbado em alguns momentos (OK, em vários momentos). Ele também aparenta não precisar respirar, pois no passado já foi várias vezes derrubado por inalação de gás, mas de qualquer maneira consegue sobreviver tranqüilamente no vácuo do espaço. Além disso, ele também é aparentemente suscetível a contratempos típicos de humanos do sexo masculino, incluindo calvície e ganho de peso (“O Reino do Amanhã” nº 2 e “Lobo” #1million).

Lobo tem uma mente analítica avançada que é capaz de analisar qualquer oponente descobrindo seus pontos fracos (“O Último Czarniano”).

Lobo tinha a habilidade de fazer clones de si mesmo, precisando, para isso, de uma simples gota de sangue. Mas Vril Dox, líder da L.E.G.I.Ã.O. na época, alterou o sangue de Lobo para remover essa habilidade (“DC 2000” nº 22). Porém, Lobo tinha um clone perdido, que pode ter substituído o Lobo original, tendo ou não a habilidade de fazer mais cópias (“Lobo” nº 5, edição nacional). Lobinho tinha a habilidade de se replicar. Slobo não. Se a suposição de Slobo sobre os clones de Lobinho for verdadeira (“Young Justice” #38), o Lobo atual teria a habilidade de se replicar, mas isso ainda não foi mostrado.

5. Que diabos é “Gizz de Feetal”?

Essa é a expressão preferida de Lobo (em inglês “Feetal’s Gizz”), provavelmente uma versão curta de “Feetal’s Gizzard”. O Webster’s Standard Galactic Dictionary menciona uma antiga Maldição de Feetal (“Curse of Feetal”), mas não diz mais nada sobre o assunto (“O Último Czarniano”).

6. Qual foi a primeira aparição de Lobo?

Nos Estados Unidos, ele apareceu pela primeira vez no gibi “Omega Men” #3, de junho de 1983. Os responsáveis foram:

Roger Slifer: argumento
Keith Giffen: desenho
Mike DeCarlo: arte-final
John Costanza: letras
Anthony Tollin: cor
Marv Wolfman: editor

No Brasil, sua primeira aparição foi no gibi “Liga da Justiça” nº 19, de julho de 1990. A história era a tradução da que fora originalmente publicada na revista “Justice League International” #18, de 1988.

7. Em quais gibis ele já apareceu?

No Estados Unidos, Lobo já chegou a ter um gibi mensal chamado, logicamente, “Lobo”. Porém, algum bastardo da direção da DC Comics decidiu cancelar a revista na edição 64, e agora temos apenas eventuais aparições. Lobo também tem várias séries, minisséries e edições especiais publicadas nos Estados Unidos. Infelizmente não foram muitas as publicadas no Brasil. Uma lista completa de gibis, minisséries etc. (inclusive com os já publicados no Brasil) pode ser encontrada no tópico Revistas.

8. Onde Lobo já co-estrelou?

Uma lista o mais completa possível pode ser encontrada no tópico Revistas.

9. Existe um filme de Lobo?

Sim e não. Existe um curta-metragem de 13 minutos feito por um estudante do American Film Institute baseado em “Lobo versus Papai Noel” e estrelado por Andrew Bryniarski como Lobo. Maiores detalhes podem ser encontrados no Internet Movie Database ou no tópico sobre Cinema do site Lobo Brasil.

Apesar de nunca ter sido oficialmente distribuído, dá para encontrar cópias do filme de sites de leilão pela internet ou em programas de troca de arquivos, como eMule ou Shareaza.

10. Como eu posso assinar o gibi do Maioral?

Você não pode. A DC Comics, em sua infinita sabedoria, decidiu cancelar o gibi na edição 64. Você pode enviar uma carta os xingando no seguinte endereço:

DC Comics

1700 Broadway

New York, NY 10019

U.S.A.

ou visitando o site da editora.

No Brasil, o gibi regular do Maioral já foi publicado pela editora Brainstore, mas faz tempo que a editora fechou as portas e essas edições antigas do gibi só podem ser encontradas em comic shops.

11. Quem criou Lobo?

Os créditos (ou a culpa, dependendo do ponto de vista) são de Roger Slifer (conceito) e Keith Giffen (visual).

12. Que história é essa de clones?

Obs.: Essa seção contém o final de algumas histórias. Você pode pular esse tópico se quiser.

Quando Vril Dox matou o chefão das drogas Kanis-Biz, seus seguidores atacaram a sede da L.E.G.I.Ã.O.. Vril Dox mandou Lobo fazer vários clones de si mesmo para rechaçar o ataque. Depois, Dox capou Lobo para que ele não pudesse mais fazer clones. Todos clones, com exceção de um, morreram assim que acabou a batalha. Esse clone fugitivo não foi capado e, portanto, poderia fazer mais clones. Ele deixou Cairn (planeta-sede da L.E.G.I.Ã.O.) e foi para o planeta Kennit, onde iniciou a construção de uma nova facção para conquistar o universo. Na conclusão dessa edição do gibi, Lobo e seu clone lutaram um com o outro, e um deles venceu (mas ninguém sabe qual). Bom, se foi o clone que sobreviveu, então Lobo tem novamente a habilidade de se reproduzir (“Lobo” nº 5, edição nacional).

Especulação 1: Como Neron retirou o receptor de rádio de Lobo, e levando em consideração que materiais não-orgânicos não podem ser clonados, podemos assumir que quem sobreviveu foi o Lobo original. Além disso, em edições posteriores Lobo foi cortado e nenhum clone apareceu, portanto podemos ter certeza de que o Lobo original continua respirando (“Lobo” #22).

Especulação 2: Depois que Lobinho foi detonado pelos parademônios de Darkseid, cada gota de seu sangue criou um novo Lobinho (“Mundos em Guerra Especial” nº 2). Isso poderia indicar que o clone talvez tenha sobrevivido, mas a capacidade de replicação de Lobo pode ter voltado quando ele foi rejuvenescido por Klarion durante a série “Young Justice: Sins of Youth”. Slobo aparentemente não tem essa habilidade.

13. Quem é esse tal de Slobo?

Obs.: Essa seção contém o final de algumas histórias. Você pode pular esse tópico se quiser.

Basicamente, o escritor da Justiça Jovem, Peter David, disse no passado que o pior personagem de todos os tempos era Lobo. Então ele levou Lobo para a Justiça Jovem, apenas para fazer besteira com ele. Basicamente, depois de quinze edição usando Lobo apenas como alívio cômico, ele decide realmente complicá-lo:

“Quando eu... Lobinho, quer dizer... foi feito em pedaços, cada gota de seu sangue resultou em um novo czarniano. O primeira desejo de suas mentes foi vingança contra os caras que os ferraram. Mas eu sabia que logo depois que eles fizessem isso, passariam a lutar um contra o outro, e... eles estavam crescendo. Quando tudo acabou, apenas um sobrou... e ele era um Lobo adulto, como Lobo costumava ser. Ele pode não lembrar de sua experiência como adolescente, exceto como um pesadelo. Exceto, veja... Todos os novos Lobos eram idênticos... mas não eram. Pode chamar isso de regressão genética, gene recessivo, um em um bilhão, qualquer coisa... Lá havia um exército de clones perfeitos de Lobo... e eu. Mais lento, mais fraco que os outros... um cuspe na parte rasa da piscina dos genes. Eu sabia que eles finalmente iriam lutar um contra o outro... Eu poderia ser um desertor nesse momento. Eu não deveria me preocupar. Como eu disse... eu me escondi”
-- de “Young Justice” #38, ainda não publicado no Brasil.

Depois de um tempo, esse clone se degradou tornando-se cego e quase morrendo. Antes dele morrer, contudo, foi teleportado por Darkseid para a sede da Justiça Jovem do século 853, sendo transformado ainda numa estátua (“Young Justice” #1 million).

Basicamente, isso acabou com essa versão idiota de Lobo que é mais chorona que Kurt Cobain e apenas um pouco menos incômodo. De qualquer forma, a única coisa boa que veio disso tudo é que nós agora temos um Lobo “normal” (ou quase) andando pelo universo novamente.

14. Lobo pode morrer?

Pra início de conversa, ele é muito difícil de matar, mas ele ou seus clones já foram mortos em algumas ocasiões:

  • Clones: Grande explosão nas naves que eles pilotavam (”DC 2000” nº 22)

  • Lobo de um futuro alternativo: Desintegrado pelo amálgama de Vril Dox e Lady Quark (“Armageddon 2001” nº 4)

  • Lobo: Dividido ao meio por uma tremenda arma (“Lobo Está Morto” nº 1)

  • Lobo reencarnado como uma mulher: Explodido pela artilharia da Segunda Guerra Mundial (“Lobo Está Morto” nº 2)

  • Lobo reencarnado como um esquilo: Esmagado pela metade do corpo do Lobo originalmente assassinado (“Lobo Está Morto” nº 2)

  • Clones: Assassinados por uma grande quantidade de mísseis atirados por Vril Dox de uma nave da L.E.G.I.Ã.O. (“Lobo” nº 5, edição nacional)

  • Lobo ou Clone: Assassinado pelo outro (“Lobo”, nº 5, edição nacional)

  • Lobo: Choque de 500.000 volts, inalação de gás venenoso, tiro no cérebro e mais ou menos 17 golpes de martelo hidráulico na cabeça (“Lobo e Deadman - O Canalha e o Careca”)

  • Lobo: Dividido ao meio por dois tratores de fazenda (“Lobo” #32, ainda não publicado no Brasil)

  • Lobo: Explodido em pedaços por robôs caçadores de recompensa e depois liquidado pelo fã-clube de Goldstar (“Lobo”, #53-54, ainda não publicado no Brasil)

  • Lobinho: Feito em pedaços pelos parademônios de Darkseid e pelo Corredor Negro (“Mundos em Guerra Especial” nº 2)

É bom lembrar que Lobo não pode ser morto porque sua entrada está proibida tanto no céu quanto no inferno (“Lobo Está Morto” nº 2).

15. Há outras páginas sobre Lobo na Internet?

Claro, ué. Provavelmente uma porção. Você pode encontrar várias na seção de links desse site.

16. Bom... Eu posso gostar do Lobo?

Olha, dá uma lida aí embaixo na versão em português do artigo de Thomas Alan Holmes e a resposta de Marc Singer no rec.arts.comics.misc para você poder (se já não o fez) decidir se esse tipo de coisa é para você.

Article 118422 of rec.arts.comics.misc:
Subject: Re: LOBO
From: marcs@wam.umd.edu (Marc Singer)
Date: 11 Jan 1995 23:03:08 GMT

Em artigo, escreveu:

[Você é um fã potencial de Lobo?]

> Eu adivinho se você responder a algumas perguntas básicas:
> 1. Você riu junto com o Coringa no primeiro filme do "Batman"?
> 2. Quando você assistiu a novela "Vale Tudo" achou que, somente tiros, foi pouco para Odete Roitman?
> 3. Você acha que os Três Patetas seriam mais divertidos se usassem armas?
> 4. Você acha que os Power Rangers deviam colocar seus inimigos em moedores de carne?
> 5. "South Park" teria sido uma influência positiva se você o tivesse visto na epóca da escola?
> Se você respondeu "sim" a quatro dessas perguntas, então Lobo foi feito para você.

Ou, se você não teve paciência para responder cinco questões (o que pode ser uma boa pista sobre você ser ou não fã do Lobo), tente esse simples teste de uma pergunta:

1. Você acha que a substituição de palavras normais por xingamentos como "bosta" e "bastardo" é algo divertido, não apenas da primeira vez mas o tempo todo?

EXEMPLOS DO HUMOR DE LOBO:
O Poderoso Chefão -> A Poderosa Bosta
Boca de ouro -> Boca de bosta
O Piano -> A Bosta
Dias de Nossa Vida -> Bosta bosta Bosta Bosta

Se você riu todas as quatro vezes, você DEFINITIVAMENTE é um fã de Lobo! Esse teste pode inclusive explicar o grande número de pessoas que gostam tanto de Lobo quanto dos Flintstones.

Marc
:-) :-) :-) :-)

Bem, então é isso. Por favor, enviem informações adicionais, correções, comentários, números de cartão de crédito, etc. para lobobrasil@lucio.jor.br.

Minha fé na bondade natural da Ordem das Coisas foi severamente abalada, se não totalmente destruída. Eu me uno ao Universal. Adeus, Paraíso! P.S.: para o seu bem, criem os conceitos de Punição, Polícia e Prisão”
-- Últimas palavras de Egon N’g, diretor da escola de Lobo, que escreveu esse testamento com seu próprio sangue.
“O Último Czarniano”

Lobo Brasil, trazendo serviços indispensáveis à internet desde 29 de outubro de 1997.
Todos personagens citados são, em sua maioria,
© DC Comics, publicados sem autorização, mas com todo respeito ;)
As informações contidas nesse site podem ser usadas livremente, desde que se cite a fonte, preferentemente com link.

Lobo Brasil © 1997-2008, Lucio Luiz